500 Km: para poucos e bons

Para quem não sabe, neste final de semana, acontecem os 500 Km de São Paulo.

Tenho duas notícias sobre ele: uma boa e outra ruim.

A boa é que, aparentemente, o grid vai estar bem cheio. Serão três provas: Classic Cup, Formula 1600 e os 500 Km (etapa válida pro Endurance). Haverá também o 4 Encontro dos Campeões.

É legal ver o povo se organizando mesmo com Interlagos fechado, pra realizar provas e obterem sucesso com isso.

Mas se, até agora, você nunca tinha ouvido falar nos 500 Km, essa é a noticia ruim.

A divulgação ao público foi ínfima. Uma página no Facebook, uma assessoria de imprensa e a boa vontade de quem vai participar. O motivo: a corrida não é aberta ao público

14393925_10210597544954779_360358454_o

Nada. Nem ingressos a venda. Nem credenciais. Nada.

É de foder. Como fomentar uma cultura automobilística escondendo o esporte dos fãs?

A Porsche Cup já é assim, sem público, a Lancer Cup também e, finalmente, os 500 Km de São Paulo.

O Velocittà, onde a prova vai ser realizada, não dispõe de arquibancada, é verdade. Talvez aí esteja o motivo. Mas, em conversa com antigos frequentadores de Interlagos, não me lembro de nenhum deles reclamando de ter que assistir as provas acampados em um barranco. O pessoal de Tarumã, que assiste as corridas fazendo churrasco, também não costuma reclamar.

A organização poderia até vender credenciais aos interessados. Para ficar lá, junto das equipes e pilotos.

Ou em uma área diferenciada.

Mas, cada um sabe o que faz.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s